Desaparecidos em Cinasville: O Final

– FICOU LOUCO! -Grito com o empregado.

O outros entraram na casa bem apresados e se assustaram com a cena.

–  Vocês o mataram? Os trolls estão vindo atrás da gente! Temos que sair daqui! – Disse a cientista.

 O investigador Paranormal me puxa pelo braço dizendo:

– Deixa o corpo aí! O labirinto está no mapa! Vamos grupo! Temos que procurar por lá!

Saí correndo ainda meio desnorteado com a equipe, conseguimos fugir antes que os trolls nos alcançassem, chegamos no labirinto ele era muito grande e escuro:

– Liguem todas as luzes que vocês tiverem! Não sei o que podemos encontrar lá dentro!

Todos acenderam as lanternas e começaram a entrar no labirinto:

– É melhor ficarmos todos juntos! Podemos nos perder e nunca mais sair! – disse a garçonete.

– No mapa não mostra aonde ir dentro do labirinto! Estou com um pressentimento ruim! – disse o investigador paranormal, preocupado.

– Então vamos andar até achar esse objeto da igreja! Não vamos desistir e sair daqui sem ele!

– Sim chefe! – disseram todos, menos o investigador paranormal que continuava preocupado.

Começamos a andar pelo labirinto, andamos por horas e não achamos nada naquela escuridão toda.

– Achei que teriam armadilhas! Ou mais trolls guardando esse lugar! – disse um dos empregados.

– Está muito quieto aqui dentro! E porque nenhum dos trolls veio atrás da gente? – disse a garçonete.

Comecei a achar estranho também, realmente estava muito quieto e estávamos andando por horas e não havíamos achado nada. Estava quase pensando em desistir, quando alguém da equipe gritou:

– ACHEI UMA CAIXA! TROPECEI NELA SEM QUERER! E PARECE QUE JÁ ESTÁ DESTRANCADA! – disse a cientista.

– Destrancada? – repete o investigador paranormal novamente com uma voz de preocupado.

Toda a equipe se aproximou para ver, era uma caixa bem pequena e parecia coberta de ouro. Quando a cientista iluminou mais a caixa, havia desenhado nela uma pequena cruz.

– É o símbolo da igreja! Conseguimos! – eu disse maravilhado.

A cientista balança a caixa e diz:

– O objeto está aqui dentro! Escutaram?

Ela continua balançando a caixa.

– Abra ela! Vamos ver o que tem aí dentro! – disse a garçonete

O investigador paranormal grita assustado:

– NÃO ABRA! OS ESPIRITOS ESTÃO ME DIZENDO PARA NÃO ABRIR!

Todos começaram a rir

– Agora que achamos o objeto? Manda seus espíritos ficarem quietos! Abra isso logo! – disse eu animado para ver o que era esse objeto.

A cientista abriu e por dentro havia uma outra caixa, mas essa não abria, ela era preta e tinha uma tela na frente, com um botão do lado.

– O que será que é isso? – Peguei a caixa e apertei o botão.

A tela começou a piscar e depois apareceu uma contagem regressiva dizendo:

“10 Segundos para explodir”

– É UMA BOMBA! – Grita um dos empregados

Eu soltei a bomba no chão e fiquei paralisado até tudo se acabar.


Para relembrar a historia é só clicar aqui > Parte I e Parte II


Ilustrador: Brendom Rodarte

Escritora: Nathália Santos

Para seguir o nosso trabalho no Istagram:

@nathaliaesantos_

@rodarthb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s